A postura correta da meditação


Na meditação mindfulness, ao contrário de outras tradições, não tem uma regra rígida para a postura. Pode-se praticar sentado em uma cadeira confortável, deitado e mesmo caminhando.


Porém devemos sempre observar o autocuidado e a intenção de atenção. Explicarei rapidamente esses dois aspectos:



Autocuidado é simplesmente observar o corpo e seus limites, cuidando para que a coluna esteja ereta sem forçar e as pernas bem acolchoadas, de forma que o sangue possa fluir e evitar lesões.

Para quem gosta de praticar sentado no chão é recomendado o uso de um apoio para elevar o corpo. Existem almofadas especiais para isso chamadas "Zafu", você pode encontra-las para vender na internet facilmente. Claro que você também pode usar suas próprias almofadas ou mesmo um cobertor dobrado para elevar o bumbum e se colocar em uma postura que a gente chama de "postura de dignidade", ou seja, estável e confortável.


Se for praticar sentado em uma cadeira, a recomendação é para que fique com os pés descruzados e bem plantados no chão. Se a cadeira for reclinável, trave-a, para que seu corpo não fique balançando e sua coluna fique ereta. Também pode praticar com as costas desencostadas do apoio, o importante aqui é ter a coluna sempre ereta e o corpo desperto.



Roupas confortáveis e uma mantinha pode ser uma boa, já que a temperatura do corpo costuma cair um pouco durante práticas mais longas.


Independentemente qual a posição você escolher para praticar é importante ter em mente sua intenção para atenção. Ou seja, durante a prática teremos a intenção de estar despertos e prestar atenção as sensações, emoções e respostas do corpo de forma não julgadora. Nossa intenção não é de apenas relaxar, dormir ou mesmo controlar algum aspecto específico. Por isso se estiver com sono, evite praticar deitado. Já se estiver com dores, busque a postura mais segura para sua prática.


O que fazer com as mãos?

Suas mãos podem repousar sobre as pernas, ou mesmo uma sobre a outra com as palmas viradas para cima, não existe uma regra para isso. Não force posturas desconfortáveis para você, nem se cobre ou se compare com os outros. A verdadeira prática é interna: sua capacidade de aceitação e gentileza com relação a tudo que acontece com você e a sua volta.


Imagens: millann & wikihow










0 comentário

Posts recentes

Ver tudo